Atualização do Blog Comex Inteligente

setembro 6, 2012

“Quando a gente ama é claro que a gente cuida”

Lembrei da canção na voz do Fábio Junior e aqui estou, de volta ao blog.

Espero que todo e qualquer comentário ou e-mail que eu tenha recebido tenha sido respondido com atenção e carinho cada questão.

Sábado será postado um tópico que envolve a história do despachante aduaneiro e a sua importância para o desenvolvimento econômico do Brasil.

Até lá!

Não se esqueça: – a sua visita é muito importante!

http://www.youtube.com/watch?v=3At8ltjRT30&feature=related


Vergonha na cara! Isso é Boris Casoy!

janeiro 3, 2010

É amigos, a revolta no meu peito se acende diante de alguns homens. É uma indignação que não cabe no meu peito. Explode a revolta e os sentimentos são turbilhados a mil. E você ainda não entendeu bulhufas do meu raciocínio? Com  palavras ao vento realmente será muito difícil compreender a minha revolta. Tudo bem, eu faço questão de explicar para que nenhuma vírgula fique sem sentido.

No dia 31/12/2009 a Bandeirantes (emissora de tv) transmitia o Jornal da Band (como de costume) e entre notícias e intervalos, pessoas deixavam votos de boas novas para um novo ano que em poucas horas seria desbravado. O tal feliz 2010, aquele feliz ano novo que de novo não tem nada. Seria tudo mais do mesmo se não fosse o inesperado.

Um cidadão chamado Boris Casoy, conhecido pelo povo brasileiro, que se julga “formador de opinião”, em rede nacional mostrou quem realmente é, e qual a sua verdadeira face diante da transparência moral exposta deixada através de audio que foi vazado. Sem maquiagem, luzes ou aquele poder desmensurado que uma camêra de tv  exerce sobre as pessoas (essa mesma camêra que deixa pessoas atônitas e influi informações distorcidas na massa encefálica do povo brasileiro transformando o certo no errado e o errado em certo) mostrou a pessoa arrogante, prepotente, orgulhosa e preconceituosa que é esse homem chamado Boris Casoy, e que infelizmente desdenhou de quem realmente faz este Brasil acontecer.

Prezados amigos e inimigos, gostaria de lembrar que este mesmo Boris Casoy foi mediador no debate de 1989 entre Lula e Collor e abordou o tema “economia” e esteve a todo momento favorecendo o candidato Collor com perguntas formuladas por ele e a produção para prejudicar a imagem de Lula impedindo a população de pensar por si só e escolher o melhor candidato.

Pois é meu amigo, é este mesmo Boris Casoy (que ajudou a distorcer ideias no debate de 89 e manipulou a edição  para angariar votos para Collor) que estou aqui perdendo preciosos minutos para expressar a minha revolta com ele através deste texto.

Amigo leitor, agora você vai entender a minha revolta.

Enquanto estava sendo veículada felicitações de dois garis desejando um feliz 2010 aos telespectadores brasileiros vazou o audio de uma conversa em “off” de Boris Casoy e Joelmir Betting. Leia você o comentário que este infeliz fez sobre os dois garis e tire suas próprias conclusões:

Boris Casoy: Que m… Dois lixeiros desejando felicidades… Do alto de suas vassouras…Dois lixeiros…O mais baixo da escala do trabalho…”

 

Cria vergonha na cara Boris Casoy!

“Boris Casoy: Que m… Dois lixeiros desejando felicidades… Do alto de suas vassouras…Dois lixeiros…O mais baixo da escala do trabalho…”

Amigo, agora você pode entender a minha revolta? Como um homem público que trata de notícias diárias pode ter um pensamento tão baixo e mesquinho como este? Será que este infeliz não vê a miséria exposta no dia-a-dia do povo brasileiro? Ou será que nós brasileiros não precisamos de honrados garis que fazem o trabalho limpo de uma grande cidade?

Sujo? Como classificar este homem que nos mostra do que é feita as suas opiniões chulas através de um audio vazado? Ética?  De qual este homem se utiliza para discernir a honra de um homem e a importância do seu trabalho com este comentário? E ainda tem a cara lavada de usar este bordão: – Vergonha na cara!

Confira o video:

E o pior de tudo não é a imprensa brasileira que sempre esteve manipulando e distorcendo notícias diárias e informações diversas favorecendo grupos políticos, pessoas com o seu podre poder e grupos econômicos privados. O pior de tudo é este tipo de gente que faz da imprensa este lamaçal diário.

Da próxima vez que você assistir o Jornal da Band, ou ver a face de Boris Casoy estampada na tela ou em algum jornal impresso, lembre-se bem das palavras dirigidas aos nossos honrados garis:

Boris Casoy: Que m… Dois lixeiros desejando felicidades… Do alto de suas vassouras…Dois lixeiros…O mais baixo da escala do trabalho…”

VERGONHA NA CARA BORIS CASOY!
UM PEDIDO DE DESCULPAS FORÇADO NÃO CONVENCE NINGUÉM”


Notícias sobre o Mercosul: Chanceler paraguaio diz que Venezuela fortalecerá Mercosul

dezembro 31, 2009

O ministro das Relações Exteriores paraguaio, Héctor Lacognata, disse nesta quarta (30/12/2009) que a presença de mais países no Mercosul fará com que o bloco se fortaleça, defendendo assim novamente a entrada plena da Venezuela no grupo.

O Paraguai é o único país do Mercosul cujo Legislativo ainda não aprovou o ingresso da Venezuela no bloco – os de Brasil, Argentina e Uruguai já o fizeram.

– O formato que o Mercosul tem atualmente, de quatro países, com uma hegemonia muito forte de um deles, que é o Brasil, não beneficia os países pequenos.

Para o ministro, a presença de “novos países, sejam Venezuela, México, Chile ou Bolívia, ajudará a reformar esse formato” e uma associação de um maior número de nações permitirá negociar alianças.

Presidente do Congresso é contra

O governo paraguaio teve que retirar do Senado a proposta de ratificação da adesão venezuelana ao Mercosul para evitar que fosse rejeitada pela oposição, que controla o Congresso. Após a aprovação brasileira, anunciou que voltará a apresentá-la em março de 2010, após o recesso que começou em 21 de dezembro.

O presidente do Congresso paraguaio, Miguel Carrizosa, disse que a Casa não aprovará a entrada da Venezuela no Mercosul em rejeição às “posturas autoritárias e extremistas” do chefe de Estado venezuelano, Hugo Chávez.

– As posturas autoritárias e extremistas do presidente da Venezuela representam um risco para a consolidação do Mercosul.

Para o legislador paraguaio, como todas as decisões do Mercosul são adotadas por consenso, o presidente venezuelano poderia aproveitar esse mecanismo “para conduzir o Mercosul a sua maneira”.

No entanto, o chefe da diplomacia paraguaia disse acreditar “que seria um erro prejulgar ou ter uma atitude de temor diante de determinado país e pressupor que utilizaria o veto, uma figura que usada muito poucas vezes no Mercosul”

fonte: R7


Inscrições para concurso público do MDIC estão abertas

outubro 9, 2009

O Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC) publicou nesta quarta-feira (7/10), no Diário Oficial da União (DOU), o edital do concurso público para provimento de vagas para os cargos de analista técnico-administrativo (40) e técnico em comunicação social (5) – nível superior -, e agente administrativo (129) – nível médio.

As inscrições poderão ser feitas de 7 de outubro a 4 de novembro, somente pelo site da Fundação de Apoio a Pesquisa, Ensino e Assistência à Escola de Medicina e Cirurgia e ao Hospital Universitário Gaffrée e Guinle da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (Funrio), instituição organizadora do concurso.

Ao todo, são 191 vagas, sendo dez reservadas aos candidatos portadores de deficiência. O salário varia de R$ 2.067,30 a R$ 2.643,28, dependendo do cargo. O valor da taxa de inscrição será de R$ 37 para o cargo de nível intermediário e de R$ 52 para o de nível superior. Os candidatos inscritos serão submetidos a provas objetivas e redação.

Informações sobre o concurso estão disponíveis no endereço eletrônico www.funrio.org.br.

Clique aqui para ler o edital.

Mais informações para a imprensa:
Assessoria de Comunicação Social do MDIC
(61) 2027-7190 e 2027-7198
ascom@mdic.gov.br


Ministério abre consulta pública para dez Processos Produtivos Básicos

junho 2, 2009

A Secretaria de Desenvolvimento da Produção, do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), recebe até o dia 26 de maio deste ano, as sugestões para alterações dos Processos Produtivos Básicos (PPB) especificadas na Consulta Pública nº 7, de 5 de maio de 2009. As propostas podem ser enviadas para o endereço do MDIC (Esplanada dos Ministérios Bloco J Sala 518 – 5ª andar, Brasília/DF, Cep 70053-900 / Fax (61) 2109-7097/ e-mail: cgice@desenvolvimento.gov.br).

Proposta nº 067/08 – Sistema de Economia de Energia (NCM 8504.40.90)

Proposta nº 115/08 – Alteração da Portaria Interministerial nº 26, de 10 de janeiro de 2005, que estabeleceu o Processo Produtivo Básico para os produtos do setor editorial e gráfico

Proposta nº 116/08 – Fixação de Processo Produtivo Básico para o produto: unidade compacta removível de refrigeração, para máquina expositora de uso comercial

Proposta nº 014/09 – Fixação de Processo Produtivo Básico para partes de peças metálicas para aparelhos de ginástica para musculação, stepper, bicicletas ergométricas e esteiras rolantes mecânicas ou elétricas

Proposta nº 015/09 – Fixação de Processo Produtivo Básico para peças e componentes metálicos para turbinas hidráulicas e hidrogeradores

Proposta nº 016/09 – Fixação de Processo Produtivo Básico para confecções industriais em tecido anti-estático

Proposta nº 019/09 – Alteração da Portaria Interministerial nº 127, de 25 de julho de 2007 – Microventilador com área de carcaça até 144 cm2, da posição NCM 8414.59

Proposta nº 021/09 – Alteração da Portaria Interministerial nº 22, de janeiro de 2009, que estabeleceu o Processo Produtivo Básico para condutores elétricos (singelo ou jogo) com peças de conexão (cabo de força)

Proposta nº 028/09 – Alteração da Portaria Interministerial nº 147, de 20 de maio de 2004, que estabelece o Processo Produtivo Básico para motor elétrico monofásico de corrente alternada para condicionador de ar, industrializado na Zona Franca de Manaus

Proposta nº 031/09 – Alteração da Portaria Interministerial MDIC/MCT nº 182, de 19 de julho de 2004, que estabeleceu o Processo Produtivo Básico para partes e peças destinadas a ciclomotores, motonetas, motocicletas, triciclos e quadriciclos.

Mais informações:
Assessoria de Comunicação Social do MDIC
(61) 2109.7190 e 2109.7198
Aline Cruz Moura
aline.moura@desenvolvimento.gov.br


Imposto de Importação (redução tarifária)

maio 2, 2009

O óleo de amêndoa de palma (NCM 1513.29.10) permanece com redução da alíquota do imposto de importação para 2% por razões de desabastecimento no mercado interno. A medida é da Câmara de Comércio Exterior (Camex) e foi publicada em 30/4 no Diário Oficial da União, pela Resolução Camex nº 25, de 29 de abril de 2009.

A redução da alíquota é limitada em até 150 mil toneladas por um período de 12 meses. O produto tem utilização nas indústrias alimentícia, de higiene pessoal e de química em geral. No ano passado, a Camex havia reduzido o imposto de 10% para 2%, pela Resolução Camex nº 14, de 20 de março de 2008. Já o motivo da nova Resolução é por se tratar de renovação da cota anteriormente vigente.

Chapas de aço

A Camex diminuiu ainda o imposto de importação, de 12% para 2%, das chapas grossas de aço carbono para aplicação de serviços ácidos (NCM 7208.51.00). O prazo é de doze meses, com cota global de até 30 mil toneladas. O produto é um insumo utilizado para fabricação de tubos com resistência à corrosão ácida, que são usados em projetos de gasodutos e indústria petrolífera.

As alterações tarifárias desses dois produtos têm amparo na Resolução nº 69/00 do Grupo Mercado Comum do Mercosul, que permite adotar ações pontuais de caráter excepcional para garantir o abastecimento normal dos países membros.

Mais informações para imprensa:
Assessoria de Comunicação Social do MDIC
(61) 2109.7190 e 2109.7198
Aline Cruz Moura
aline.moura@desenvolvimento.gov.br


Pedidos de importação de bens usados serão publicados no site do MDIC

abril 23, 2009

As solicitações de importação de bens usados submetidos à Secretaria de Comércio Exterior (Secex) do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC) passam, a partir do dia (17/3), a ser publicadas somente no site do MDIC (www.desenvolvimento.gov.br). A mudança foi estabelecida pela Portaria Secex nº 6, de 31 de março de 2009. Antes da alteração, os pedidos para a internalização desse tipo de mercadoria eram publicados apenas no Diário Oficial da União. A autorização para importação de bens usados só é conferida aos não produzidos no Brasil.

A primeira lista de produtos disponível no site do MDIC consta da Circular Secex nº 20, publicada dia (17/3) no Diário Oficial da União, que será a única publicação simultânea no DOU e no site do MDIC – as demais constarão apenas na internet. Caso haja produção nacional de algum desses itens, a indústria brasileira deverá encaminhar, em até 30 dias, a contar de hoje (data de publicação da Circular nº 20), manifestações sobre a existência de fabricação no Brasil, acompanhadas de catálogos descritivos dos bens, características técnicas, informações referentes a percentuais relativos aos requisitos de origem do Mercosul e unidades já produzidas no país. Todos esses dados são essenciais para que o Decex caracterize a existência de produção nacional e não autorize a importação do bem usado.

As manifestações deverão ser enviadas para o Departamento de Operações de Comércio Exterior da Secex no seguinte endereço: Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Esplanada dos Ministérios, Bloco J – Protocolo Geral – Brasília – DF, CEP 70053-900.

Assessoria de Comunicação Social do MDIC
(61) 2109.7190 e 2109.7198
Rachel Porfírio
rachel.porfirio@desenvolvimento.gov.br

Fonte: MDIC