República Popular da China

“A República Popular da China muitas vezes referida apenas como China é o terceiro maior país do mundo em área (ou o quarto, dependendo de como se contabilizem algumas áreas disputadas com outros países) e o mais populoso do planeta, ocupando uma parte considerável da Ásia oriental.

Com uma população de mais de 1,32 bilhão de habitantes (a maior do planeta), a China ocupa uma superfície de 9.640.821 km² (ou 9.676.801 km², se incluído o território de Taiwan, que a República Popular da China reivindica). Sua capital é Pequim.

O Partido Comunista da China (PCC) desde 1949 possuí monopólio sobre o poder, existindo porém outros partidos políticos no país, não sendo portanto um estado de partido único.

Desde 1978, o país implementa reformas para adotar, em alguma medida, uma economia de mercado, o que ajudou a tirar 400 milhões de pessoas da pobreza. Entretanto, o país enfrenta outros problemas econômicos, inclusive o rápido envelhecimento da população e uma crescente disparidade entre a renda urbana e a rural. A China desempenha um papel importante no comércio internacional, ao ser o maior consumidor mundial de aço e concreto (usa, respectivamente, um terço e mais da metade daqueles insumos) e o segundo maior importador de petróleo. É o terceiro maior importador do mundo e o segundo maior exportador, em termos globais.

O país costuma ser referido como China. A expressão “China continental” corresponde à República Popular da China, embora costume excluir as duas regiões administrativas especiais de Hong Kong e Macau.” (fonte: wikipedia)

 

Mao Tsé-tung discursa no dia 1º de outubro de 1949; esta data marca a vitória dos comunistas sobre os nacionalistas, que fugiram para a ilha de Taiwan, e o início da história da República Popular da China.

Mao Tsé-tung discursa no dia 1º de outubro de 1949; esta data marca a vitória dos comunistas sobre os nacionalistas, que fugiram para a ilha de Taiwan, e o início da história da República Popular da China.

Líderes do Partido Comunista velam o corpo do líder comunista Mao Tsé-tung; ele resgatou o orgulho da China, país marcado por séculos de invasões estrangeiras, mas isolou o país perante o mundo. Sua morte marca o início de um processo de abertura que acontece até os dias atuais.

Líderes do Partido Comunista velam o corpo do líder comunista Mao Tsé-tung; ele resgatou o orgulho da China, país marcado por séculos de invasões estrangeiras, mas isolou o país perante o mundo. Sua morte marca o início de um processo de abertura que acontece até os dias atuais.

Estudante enfrenta tanques de guerra em frente à praça da Paz Celestial, em 4 de junho de 1989; essa imagem entrou para a história da luta pela democracia e a liberdade na China.

Estudante enfrenta tanques de guerra em frente à praça da Paz Celestial, em 4 de junho de 1989; essa imagem entrou para a história da luta pela democracia e a liberdade na China.

Ativistas de uma ONG vestem máscaras de líderes mundiais em protesto em reunião da Organização Mundial do Comércio (OMC) no protetorado chinês de Hong Kong, em 14 de dezembro de 2005. Entrada da China na OMC, em 2001, consolidou o país como uma potência comercial global.

Ativistas de uma ONG vestem máscaras de líderes mundiais em protesto em reunião da Organização Mundial do Comércio (OMC) no protetorado chinês de Hong Kong, em 14 de dezembro de 2005. Entrada da China na OMC, em 2001, consolidou o país como uma potência comercial global.

fotos: R7

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: